16 peças de arte de rua de fazer o queixo cair, por Odeith

Sergio Odeith, um artista de graffiti português de 43 anos, do qual já antes falamos aqui no nosso site, impressionou milhares de internautas esta semana, quando publicou a sua última obra de arte no Instagram. Em menos de 7 horas desde a publicação, o post recebeu quase 80.000 likes. Neste momento, aproxima-se dos 200.000 e acreditamos que ainda vai conseguir muito mais!

Conhecido por fazer desenhos 3D extraordinários, desta vez o artista decidiu usar tinta spray para transformar um bloco de betão/concreto num autocarro/ônibus abandonado. Os detalhes são tão impressionantes que quem olha para as fotos finalizadas do projeto pela primeira vez acredita que está mesmo a olhar para um autocarro abandonado.

Rola para baixo e aprecia a mais recente obra-prima do Odeith e a entrevista que o artista deu ao site Bored Panda. Quando terminares, dá uma olhada também na anterior publicação da Bastante Interessante onde te mostramos outras obras impressionantes do Odeith!

O artista despertou a curiosidade dos seus seguidores com a seguinte questão: “O que achas que vai ser pintado desta vez?”

Em entrevista ao Bored Panda, o artista português explicou como se inspirou para desenhar o autocarro abandonado no bloco de betão dizendo que foi “uma história engraçada”. O artista acrescentou ainda que foi para o local onde a pintura está agora “com alguns amigos” e inicialmente tinha “inspiração zero”: “Eu nem trouxe as latas [de tinta spray] do meu carro.” No entanto, depois depois de ter voltado para casa e “dar uma boa soneca”, inspirou-se. “Então, no dia seguinte eu fiz a pintura, pensei que era um ajuste perfeito e completamente diferente de todas as minhas peças.”

Odeith mencionou que apenas um fã adivinhou de forma certeira o que planeava desenhar. O artista revelou ainda que o desenho do autocarro lhe levou “aproximadamente 10 horas” para terminar, e que usou “cerca de 30 latas de spray”. 

O artista também divulgou alguns detalhes pessoais, quando lhe perguntaram se sempre quis ser artista: “Eu desenho desde criança, mas nunca esperei chegar tão longe”, disse Odeith. O seu próximo projeto “será na Suíça e depois na Austrália”.

Além disso, Odeith decidiu deixar uma mensagem a todos os aspirantes a ‘grafiteiros’: “Continua a trabalhar no duro, persegue os teus sonhos e nunca desistas.” Finalmente, o artista enviou um grande obrigado a todos os seus seguidores e fãs pelo mundo.

O resultado impressionou toda a gente. A imagem tornou-se viral, gerando milhares de likes

Odeith é hoje uma espécie de lenda na comunidade artística. Ele tem mais de 365.000 seguidores no Instagram, quase 258.000 fãs no Facebook e conquistou os corações de mais de 6.700 utilizadores do Twitter. O artista vive atualmente em Lisboa e pinta a tempo inteiro.

De acordo com o seu site, ele “criou murais de grande escala para grandes empresas nacionais e internacionais.” Entre os clientes de Odeith estão a London Shell, Kingsmill, a Coca-Cola, Estradas de Portugal, Samsung, o clube de futebol Sport Lisboa e Benfica e “Várias câmaras municipais portuguesas como a Câmara Municipal de Lisboa e a Câmara Municipal de Oeiras, entre outras.”

Alguns acreditam que as origens do graffiti remontam às pessoas que desenhavam nas paredes das cavernas. O British Council afirma que essa tradição continuou na Grécia Antiga e na época Romana, quando os indivíduos escreviam os seus nomes, poemas e piadas nos muros. O que hoje conhecemos como graffiti moderno apareceu pela primeira vez na década de 1960 em Filadélfia; a prática realmente cresceu nos anos 70. Embora a sociedade ainda discuta bastante se o graffiti é vandalismo ou arte. Na nossa opinião sincera, trabalhos como os do Odeith são claramente arte e por isso aqui expomos o seu trabalho, porém.. há também por aí muito vandalismo, que de arte nada tem.

Aqui estão alguns outros exemplos fabulosos da arte de Odeith

Comentários
Loading...