Foi inventado o primeiro tecido que nos aquece ou resfria automaticamente conforme o estado do tempo

Não faltam por aí notícias sobre inovações na categoria dos tecidos, roupas e mundo da moda. No entanto, ainda não tinha sido inventado um tecido que se adaptasse automaticamente às condições do ambiente, consegue imaginar vestir algo assim?

Radiação infravermelha

Pesquisadores da Universidade de Maryland, EUA, criaram o primeiro tecido que faz precisamente isso, adapta-se automaticamente ao meio ambiente, permitindo que fiquemos mais quentes ou frios, dependendo da temperatura ambiente. Mais especificamente, o tecido recém-desenvolvido adapta-se às condições atmosféricas, permitindo que a radiação infravermelha passe através dele quando está calor e reduzindo a “fuga” de calor quando está frio. 

“Esta é a primeira tecnologia que nos permite controlar dinamicamente a radiação infravermelha”, disse YuHuang Wang, professor de química e bioquímica da Universidade de Maryland, EUA, e um dos autores do estudo.   

O tecido agora inventado tem a habilidade de deixar o calor passar ou bloqueá-lo. Para alcançar esta propriedade única, o tecido é feito com um fio especialmente projetado e revestido com um metal condutor.

Quando o calor ou humidade/umidade estão presentes, o fio compacta e ativa o revestimento que bloqueia a radiação infravermelha. No entanto, quando o frio está presente, ocorre a reacção oposta, permitindo a passagem da radiação infravermelha.

Os cientistas afirmam que a reacção é tão rápida que a peça pode adaptar-se antes que o utilizador tenha tempo de notar a mudança de temperatura. 

Regulando a temperatura do corpo humano

“O corpo humano é um radiador perfeito. Ele liberta calor rapidamente”, disse Min Ouyang, professor de física na UMD.

“Desde sempre, a única maneira que temos de regular o nosso “radiador” é removendo ou adicionando mais roupa. Mas este tecido é um verdadeiro regulador bidireccional.”

Porém, antes de ficar muito entusiasmado(a) com este tecido que nos pode manter sempre em condições ideais de temperatura, deve notar que este ainda não está pronto para ser comercializado. No entanto, os materiais necessários para fazê-lo estão prontamente disponíveis.

“Este trabalho pioneiro fornece uma característica nova e entusiasmante para um novo segmento de roupas que ajustam o nosso conforto”, disse Ray Baughman, professor de química da Universidade do Texas que não esteve envolvido no estudo. 

E, acrescenta Baughman, essas roupas, quando e se desenvolvidas, seriam realmente as primeiras do mundo.

“Conheciam-se os têxteis que aumentam a porosidade em resposta ao suor ou ao aumento da temperatura, bem como os têxteis que transmitem a radiação infravermelha associada às temperaturas corporais. No entanto, ninguém havia encontrado uma maneira de alternar tanto a porosidade quanto a transparência infravermelha de um tecido. Como para proporcionar maior conforto em resposta às condições ambientais “, disse Baughman.

estudo foi publicado na revista Science . 

Comentários
Loading...